• Beyondcomm

Mas... você já ouviu falar em Metaverso?

O que é o metaverso?


Luli Radfahrer, professor do curso de publicidade e propaganda da USP, afirma que a ideia do metaverso não é algo novo. “É um termo que surge na década de 1980 da literatura cyberpunk, com o livro ‘Snow Crash’”, diz.


A ideia representa a possibilidade de acessar uma espécie de realidade paralela, em alguns casos ficcional, em que uma pessoa pode ter uma experiência de imersão. Tecnicamente, o metaverso não é algo real, mas busca passar uma sensação de realidade, e possui toda uma estrutura no mundo real para isso.


A partir dessa ideia de imersão, diversos metaversos surgiram com os videogames. “A tecnologia só dá certo se tem uma aplicação essencial, e para o metaverso, é o jogo, pois faz sentido uma imersão em outro mundo, interagir com as pessoas. Já existe há muito tempo, uma espécie de metaverso”, afirma o professor.


Desse modo, o grau de “metaverso” dos jogos varia pelo nível de imersão, e também pela capacidade de passar um certo realismo para o usuário. A tecnologia, porém, é um grande fator que limita essa capacidade.


O metaverso é uma espécie de universo virtual 3D que, segundo alguns, será o futuro da internet, a ideia é que, no futuro, vamos interagir com a internet como se estivéssemos literalmente "dentro" dela. As pessoas terão avatares virtuais que serão suas contrapartes nesse mundo digital e, por meio deles, poderão conversar, trabalhar e se conectar com amigos e parentes.


E nós da Beyondcomm não ficamos para trás, somos a primeira agência brasileira a adotar o mundo do Metaverso no ambiente de trabalho e a Band mostrou isso!



Quer saber mais sobre esse escritório e ver a matéria q a Band fez?


#Metaverso #Beyondcomm